Índios cristãos
Índios cristãos

Muitos cristãos que fazem parte de grupos indígenas enfrentam perseguição. Um dos locais onde isso acontece é no México, que ocupa a 39ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2018. Na tribo dos Wixárikas, na cidade de Tuxpan, se tornar cristão tem gerado diversos atritos com os demais moradores.

Casimiro Mendoza é o missionário indígena local que trouxe a mensagem de Cristo ao município. Durante 12 anos, ele tem viajado entre as cidades e vilas e visto muitos aceitarem a Jesus, mas também enfrenta muita oposição. As autoridades tribais não gostam quando os convertidos se recusam a contribuir para os festivais.

Para alguns, a ação de missionários como Mendoza pode parecer polêmica, gerando conflitos que não existiam, mas ele diz não ter remorsos. “As pessoas das comunidades étnicas precisam de Cristo. Há muita necessidade, principalmente espiritual. A vida é difícil, com muita pobreza”, explica.

De acordo com um representante da Portas Abertas, o governo mexicano precisa exercitar o equilíbrio, afinal a constituição mexicana prevê o direito de preservação dos indígenas e tradições locais. Por outro lado, isso não deve ser usado como argumento para violar os direitos individuais de se converter a uma nova fé.

Neste dia 9 de agosto foi celebrado o Dia Internacional dos Povos Indígenas.

Conheça mais cristãos da tribo dos Wixárikas:

Fonte: Missão Portas Abertas