Cristãos têm sofrido perseguição ainda maior durante a pandemia do coronavírus na África.
Cristãos têm sofrido perseguição ainda maior durante a pandemia do coronavírus na África.

Cerca de oito cristãos foram sequestrados por homens armados na última sexta-feira enquanto viajavam em um ônibus para uma programação da igreja no estado de Kaduna, na Nigéria.

Os membros da Igreja Cristã Redentora de Deus estavam viajando para se preparar para as celebrações de Páscoa da igreja em Kafanchan quando um atirador os retirou do ônibus e os levou em um veículo, disse um porta-voz da igreja ao portal de notícias nigeriano The Punch.

Um usuário teria postado uma foto no ônibus vazio no Facebook e disse que todos os passageiros foram sequestrados ao longo da Kachia Road. O pastor Olaitan Olubiyi, chefe de mídia e relações públicas da igreja, confirmou o sequestro. De acordo com a agência de notícias nigeriana, o pastor disse que o ministério está trabalhando com agências de segurança para garantir o retorno dos sequestrados.

“Nos sentimos tristes com a notícia do sequestro e o melhor que podemos fazer é orar para que Deus intervenha, e esses irmãos voltem para casa para seus entes queridos. Como igreja, estamos orando agora e pedindo a Deus que tome conta da situação”, disse Olubiyi ao The Punch. A polícia iniciou uma busca pelos cristãos sequestrados, e os sequestradores exigiram o pagamento de um resgate da igreja, informou o jornal Vanguard Daily.

Ainda não está claro quem sequestrou os membros da igreja. Mas, de acordo com parceiros da Portas Abertas no país, o sequestro pode ter sido um ataque oportunista dos bandidos que assolam o Noroeste da Nigéria. Há uma indicação crescente de que, pelo menos em alguns casos, pode haver colaboração entre bandidos e o grupo radical islâmico Boko Haram, responsável pela destruição de comunidades em esforços para estabelecer um califado na região.

Fonte: Portas Abertas