Pastor Anderson Carmo, marido da deputada Flordelis, foi executado em casa em Niterói - Reprodução
Pastor Anderson Carmo, marido da deputada Flordelis, foi executado em casa em Niterói - Reprodução

Uma desavença familiar pode ter motivado o assassinato do pastor Anderson do Carmo de Souza, de 42 anos, marido da deputada federal Flordelis (PSD), na casa do casal em Pendotiba, em Niterói.

Ele foi morto com pelo menos 15 tiros durante a madrugada deste domingo, no condomínio onde morava junto com a esposa.

Execução é a principal linha de investigação da polícia, mas outras linhas não foram descartadas pelos policiais.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) já sabe que antes da ação dos criminosos, um dos cachorros da família foi dopado para não alertar os vizinhos durante a ação dos assassinos.

Os agentes já sabem também que pelo menos três homens, encapuzados, participaram do crime. 

“Houve uma desavença entre o Anderson e um parente por conta de dinheiro. Essa briga causou um racha e essa é a nossa principal linha de investigação”, disse um agente ao DIA

Na manhã deste domingo, quatro filhos do casal prestaram depoimento na especializada, que fica no Centro de Niterói.

No começo da tarde deste domingo, Flordelis deixou sua casa em direção a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) para prestar depoimento. Ela é a principal testemunha do assassinato do esposo. Mais cedo, quatro filhos do casal já haviam prestado esclarecimentos à polícia.

A deputada federal permaneceu por mais de quatro horas na especializada. Ela deixou a DHNSGI por volta de 17h35. 

O Jornal O DIA apurou que por várias vezes a cantora chorou ao lembrar do fato e precisou parar o depoimento. 

“A investigação está em aberto. Estamos ouvido varias pessoas me o que podemos afirmar é que não houve latrocínio (roubo antes dele ser executado)”, disse Bárbara Lomba, titular da DHNSGI.

Segundo informações, o pastor Anderson do Carmo de Souza, de 42 anos, foi executado com pelo menos 15 tiros minutos depois de chegarem na residência. Ele chegou a ser socorrido pelos familiares para o Hospital Niterói D’Or, no bairro Santa Rosa, mas não resistiu aos ferimentos e já deu entrada morto na unidade particular.

Parentes, amigos e frequentadores do Ministério Flordelis, que fica no Galo Branco, em São Gonçalo, acompanharam os depoimentos.

“Anderson se sacrificou pela família”

Abalada com a morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, a cantora e deputada federal Flordelis contou que o casal voltava para casa, em Pendotiba (RJ), após uma confraternização. Ao chegar em casa, Anderson foi até a garagem quando foi surpreendido e morto com 15 tiros.

O pastor, que também era Secretário-Geral do Partido Social Democrático (PSD), chegou a ser encaminhado com vida para o Hospital Niterói D’Or, no bairro Santa Rosa, mas não resistiu.

Mais uma violência, mais uma tentativa de assalto frustada que acabou na morte do meu marido. Quantos mais inocentes terão que morrer? São 55 filhos agora sem pai. O que ele tentou foi evitar que abrissem o portão da garagem e entrassem na casa. Ele sacrificou a vida dele para proteger a família, não permitindo que eles entrassem dentro de casa – relatou.

Fonte: Jornal O DIA