A estudante Carla Leal dos Reis, 25, foi morta na frente dos pais após sofrer um assalto próximo ao metrô da Estácio, a poucos metros da sede administrativa da prefeitura do Rio. O crime ocorreu no final da noite de domingo (29).

Depois de ter sua bolsa levada pelos criminosos, Carla levou um tiro na cabeça ao pedir que os bandidos não levassem o seu crachá do trabalho. A jovem era estagiária da Caixa Econômica Federal.

Carla voltava de um culto de uma igreja evangélica no Estácio junto com os pais quando foi abordada por três homens armados na avenida Presidente Vargas. Depois de entregar todos os pertences, a universitária pediu que lhe devolvessem apenas o crachá. Um dos bandidos irritou-se e atirou na cabeça da menina.

A jovem foi levada ao Hospital Souza Aguiar, no centro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A polícia suspeita que os assaltantes são do Morro São Carlos. Dois suspeitos foram presos, mas não foram reconhecidos pelos pais da vítima.

Fonte: UOL e Extra online