O número de padres católicos que deixaram o sacerdócio para se casar não supera os 57 mil, segundo a revista italiana “Civilta Cattolica”, publicação doutrinada pelo Vaticano.

Embora a revista afirme que “não há nenhuma estatística precisa que permita saber o número de padres hoje que se casaram depois de deixar o ministério”, a publicação estima, “baseando-se em indicações das dioceses para o Vaticano”, que, entre 1964 e 2004, 69.063 padres largaram o sacerdócio. E entre 1970 e 2004, 11.213 padres voltaram para a Igreja Católica.

Já as associações que defendem o fim do celibato clerical afirmam que de 80 mil a 100 mil padres abandonaram suas funções para se casar.

Fonte: Folha de São Paulo