Fernanda Brum e Emerson Pinheiro durante live de lançamento do EP
Fernanda Brum e Emerson Pinheiro durante live de lançamento do EP "Terceiro Céu"

Nesta quinta-feira (30), a cantora Fernanda Brum fez uma uma live de lançamento do EP Terceiro Céu, que já está disponível nas plataformas digitais.

Ela esteve nos estúdios da MK Music, no Rio de Janeiro, e conversou com o Pleno.News sobre seu novo projeto musical.

– A live faz parte da nossa adoração caseira. É aquilo que a gente canta em casa, toca no piano e no violão. E acredito que as pessoas se sentem muito mais próximas quando assistem a essa informalidade. Eu sou muito espontânea – avaliou.

A cantora destacou ainda o propósito de suas canções.

– Toda vez que você canta, você está, na verdade, orando. O judeu ensina muito isso, que cantar é orar em voz alta. Então, espero que as pessoas sejam tocadas por aquilo que eu gerei, que o Emerson gerou e que não foi gerado à toa. É o tipo de coisa que a gente trabalha com tanto afinco, com tanta dedicação, exatamente para que as pessoas usem como ferramenta de evangelismo, de cura divina, ou de cura da depressão – declarou.

Efeitos da adoração

Para Fernanda, cada música é inspirada por Deus e serve como uma ferramenta diária.

– É para que nós possamos tratar também as nossas feridas. Porque, quem nunca sujou o pé no caminho? Hoje, estamos aqui para ajudar as pessoas a lavarem seus pés, mesmo aquelas que estão no caminho a tanto tempo. Eu estou aqui obedecendo ordens de Deus, do Espírito Santo, que direciona o que vamos cantar. E tenho certeza que quem está do outro lado vai receber porque eu não canto, eu oro. A minha música é uma oração – acrescentou.

Conferência

Ao lado de seu marido, o pastor Emerson Pinheiro, Brum lidera a Igreja Profetizando às Nações, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ela revelou que já se prepara para lançar também uma conferência, que recebeu o nome Inspire.

– A gente está abordando esse tema de ministrar ao outro as ferramentas que você já tem. Dividir com o outro a sua experiência, cantar – contou.

Terra Santa

Fernanda é uma pessoa que ama e admira Israel. Recentemente, ela esteve na Terra Santa com toda a sua família e revelou que, se fosse possível, viveria lá.

– Eu moraria em Israel. É um lugar que eu quando piso parece que entro em sintonia, mas não por causa da cidade. Eu acredito que tem a ver com o propósito e também com a geografia bíblica. E como eu gosto muito de estudar, fico muito abduzida pelas ruas, pelas histórias. O Isaac e a Laura aprenderam isso também. As pessoas voltam muito avivadas porque aquilo que eles chamam de história lá, para nós é Bíblia – disse.

Fonte: Pleno News