Depois de 14 séculos, a Igreja Católica em Catar recebe a permissão para abrir um local de culto. O prédio não será aberto ao público, mas permitirá que a comunidade católica ali se reúna para orar.

A Igreja de Amir Hamad bin Khalifa Al Thani, será dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Serão gastos mais de 30 milhões de reais para a sua construção, financiada pelos católicos de toda a península, a maior parte composta por filipinos e indianos.

O futuro pároco, Pe. Tom Veneration, disse que, após mais de 20 anos de pedidos formais, o governo concedeu às confissões cristãs, terrenos para construir prédios para suas celebrações. A maior parte desses terrenos foi destinada aos católicos devido à sua histórica presença no país e pelo fato que a comunidade também é a maior.

A inauguração está prevista para o fim deste ano.

Catar conta cerca de 750 mil habitantes, em sua maioria, muçulmanos. O governo do país restabeleceu relações diplomáticas com o Vaticano, em 2002.

Fonte: Rádio Vaticano