Sara Nemer com os filhos, o humorista Jonathan Nemer e a cantora Rebeca Nemer. (Foto: Instagram/Sara Nemer)
Sara Nemer com os filhos, o humorista Jonathan Nemer e a cantora Rebeca Nemer. (Foto: Instagram/Sara Nemer)

Sara Nemer, mãe de Jonathan e Rebeca Nemer, saiu da UTI Covid e está em reabilitação, depois de superar a infecção do coronavírus, de uma superbactéria e dois choques sépticos.

Em post em sua conta no Instagram neste domingo (13), o humorista cristão Jonathan Nemer afirmou que Sara está acordada, lúcida e fazendo reabilitação pulmonar para fazer o desmame do ventilador mecânico e poder receber alta.

“O milagre já começou, o pior eu creio, em nome de Jesus, já passou, mas ainda precisamos do agir de Deus nessa reta final”, disse Nemer.

Há cerca de 1 mês na área branca, Sara tem recebido a visita da família, mas ainda não consegue falar e gesticular, devido ao ventilador mecânico e ao enfraquecimento muscular. Segundo o filho Jonathan, ela ainda está fraca porque perdeu muita massa muscular devido ao grande comprometimento pulmonar que teve.

Em outro post anterior em seu Instagram, Nemer comentou da admiração das pessoas com a resistência de sua mãe. “É incrível como as pessoas falam: ‘Jonathan, sua mãe é muito forte’. Na hora eu penso: minha mãe é sedentária, não tem uma alimentação muito saudável, ela não é tão forte. Mas o Deus que está nela e agindo nela, é! Ele é muito forte! Ele tem fortalecido minha mãe dia após dia”, testemunhou.

Sara Nemer foi internada com Covid-19 no Hospital Unimar no dia 9 de abril e dois dias depois precisou ser transferida para a UTI, após desenvolver pneumonia. Os filhos, Jonathan e Rebeca, pediram orações nas redes sociais e uma grande corrente de oração se formou por Sara em todo o Brasil.

No dia 13 de abril, Jonathan Nemer afirmou nos stories de sua conta no Instagram que o quadro clínico da mãe estava estável e que não foi preciso intubá-la. Porém, no dia 16 de abril, a situação se agravou e Sara precisou ser intubada. Na ocasião, Jonathan declarou que tinha escolhido confiar ao invés de se desesperar, em vídeo no seu canal no YouTube.

Em 15 de maio, Jonathan informou que a mãe havia contraído uma superbactéria na UTI e que, segundo os médicos, ela teria 72h para responder ao tratamento com antibióticos. Passados alguns dias, Sara respondeu a medicação e a infecção foi controlada.

Mas, no dia 21 de maio, seu pulmão teve um grave comprometimento e sua saturação de oxigênio ficou muito baixa. A equipe médica informou a família que o quadro de Sara era irreversível.

Apesar das diversas complicações no seu quadro, Sara começou a apresentar melhoras nas últimas semanas. O pulmão, o coração e os rins, que foram comprometidos pelo agravamento da Covid-19, foram recuperados.

Jonathan explicou que, agora, Sara precisa ter um aumento na saturação para não depender mais da ventilação mecânica e está recuperando a musculatura através da fisioterapia.

Fonte: Guia-me