Kate Perry
Kate Perry

A cantora Katy Perry revelou que sua mãe tem orado para que ela “volte para Deus”, desde que ela deixou a indústria da música cristã e se tornou uma popstar. Embora a cantora tenha dito que nunca deixou Deus, ela agora está mais focada na “espiritualidade”.

Em uma recente   entrevista na Vogue Austrália , a cantora de 33 anos disse que sua mudança ocorre agora que ela está na faixa dos 30 anos

“Minha mãe orou por mim a vida toda, esperando que eu voltasse para Deus. Nunca o deixei, era apenas um pouco secular, era mais materialista e mais voltado para a carreira”, admitiu. “Mas agora que estou nos meus 30 anos, estou mais voltada para espiritualidade e integridade do coração.”

Perry foi criada por pais cristãos e começou sua carreira de cantora como artista cristã, mas depois que seu álbum cristão lançado em 2001 não vendeu, ela se voltou para a música pop.

Então ela se mudou para Hollywood aos 17 anos e assinou um acordo com uma gravadora secular. Depois de despontar sua carreira em 2008, ela se tornou uma das artistas musicais mais vendidas de todos os tempos.

Seus pais, Mary e Keith Hudson, são ministros pentecostais e sempre pediram para orarem pela filha em  vez de julgá-la. Embora eles não concordem com parte de sua música, incluindo o hit de 2008 “I Kissed a Girl”, eles a apoiaram durante toda a sua carreira.

No ano passado, a mãe de Katy Perry revelou que quando estava grávida, um evangelista orou por ela e declarou: “Esta criança fará algo grande para Deus”. Quando a cantora tinha nove anos, um ministro profetizou que ela ficaria diante de reis e presidentes.

Ao longo dos anos, a artista popular rejeitou as crenças cristãs tradicionais. Em uma entrevista de 2013 com Marie Claire , Perry disse que acredita em um “poder superior maior do que eu”, mas ela rejeitou o cristianismo. 

“Eu não sou budista, não sou hindu, não sou cristão, mas ainda sinto que tenho uma conexão profunda com Deus”, disse ela.

Recentemente, Perry cantou uma música diferente e se concentrou mais em seu lado espiritual.

Durante sua recente participação em “American Idol”, ela comentou sobre a fé nas mídias sociais  e na competição.

No ano passado, em junho, Perry lançou um fim de semana de maratona de eventos ao vivo para promover o lançamento de seu último álbum, Witness

Durante uma sessão de terapia ao vivo naquela semana, ela falou em lágrimas sobre sua criação, sentindo-se “envergonhada” por ter tido pensamentos suicidas no passado após a separação do seu ex-marido, Russell Brand, mas admitiu que foi apenas a graça de Deus que a ajudou a passar.

Fonte: The Christian Post