O aiatolá iraniano Ahmad Khatami pediu nesta sexta-feira ao presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, que não siga a política do antecessor, o presidente George W. Bush, ou “terá o mesmo destino que ele”.

Para Khatami, essas eleições foram um “grande ‘não’ à administração de Bush” e “uma clara mensagem de ódio para Bush e suas políticas ambiciosas e arrogantes”.

O líder religioso proferiu o tradicional sermão das sextas-feiras, considerado a voz do regime da República Islâmica do Irã, centrado nas eleições que levaram Obama ao poder.

Segundo a agência oficial Irna, Khatami afirmou que os eleitores dos EUA se deram conta de que Bush “conseguiu a total quebra dos EUA na cena política” e perceberam que “acabou a era na qual este país era uma superpotência”.

Khatami disse desconfiar do desejo de mudança de Obama, porque “desde a Presidência de Dwight Eisenhower não houve a menor mudança na política externa dos EUA”. “Um dia chegam à cena política com o lema da mudança e no outro dia vêm com o slogan da campanha contra o terrorismo”, declarou Khatami.

Fonte: Folha Online