O maior jornal israelense, “Yediot Ahronot”, anunciou com orgulho, nesta quarta-feira, sua mais nova correspondente internacional – Madonna.

Madonna não é judia mas adotou o nome hebraico de Esther e se envolveu com o lado místico do judaísmo através do estudo da cabala. Em seu artigo, a popstar de 50 anos descreve seu despertar para a religião há cerca de 14 anos, dizendo ter compreendido que fama e fortuna não são o fim, mas apenas o início.

Em 2004, a cantora fez uma peregrinação a Israel. Madonna planeja fazer dois shows no país em setembro, como parte da turnê “Sticky and sweet tour”.

Fonte: O Globo online