Missionária Heidi Baker em momento de oração com crianças em Moçambique. (Foto: Facebook/Heidi Baker)
Missionária Heidi Baker em momento de oração com crianças em Moçambique. (Foto: Facebook/Heidi Baker)

Dois ciclones destruíram Moçambique nos últimos meses, dizimando casas e vidas. Mas a organização missionária Iris Global estava na linha de frente, usando seu ministério para ajudar nos esforços de socorro.

Na cidade de Pemba, no nordeste do país, a equipe do Iris Global serviu quase 83.000 refeições em cerca de três semanas. Eles forneceram água potável para mais de 600 pessoas e abrigaram quase 500 pessoas no final de abril. No distrito de Macomia, o Iris serviu 52.540 refeições e distribuiu 2.492 lonas.

De acordo com a fundadora do Iris Global, Heidi Baker, os missionários sentiram a dor das pessoas afetadas pela tragédia, mas viram o agir sobrenatural de Deus.

“O Espírito Santo nos equipou para ministrar, nos dando uma enorme unção. Nós sentimos que somos como navios carregando o óleo, e agora os moçambicanos podem derramar esta bênção sobre o povo de Moçambique”, disse Baker ao site Charisma News.

Os esforços da equipe da Iris Global se resume do suprimento de necessidades físicas e espirituais. “Para suprir as necessidades físicas, estamos enviando muitos voluntários, sendo 98% deles moçambicanos. Estamos enviando arroz, feijão, óleo e itens que eles precisam fisicamente”, explica Baker.

“Espiritualmente, a maior parte do que estamos fazendo é entregar Bíblias de energia solar em seu dialeto local. É o Novo Testamento de áudio em seu dialeto local. Somos muito gratos pelos tradutores da Wycliffe, que passaram 20 anos traduzindo as Escrituras. Agora estamos divulgando para milhares de pessoas”, acrescenta.

Heidi Baker afirma que viu pessoas “apaixonadas por Deus” levando amor para locais destruídos. “A equipe está absolutamente cheia do Espírito Santo, fazendo um trabalho sobrenatural para levar comida e kits de educação para nossas escolas e outras. Conseguimos reconstruir escolas do governo, casas e igrejas. Através da devastação, vemos que Jesus é o Rei, Jesus é o Senhor. Eu nunca vi tanta beleza no meio da tragédia”, destaca.

Fonte: Guia-me com informações de Charisma News