Os Incríveis 2 - filme animado da Disney/Pixar
Os Incríveis 2 - filme animado da Disney/Pixar

Um designer visual da Pixar Animation Studios, disse que Deus e sua fé católica inspiraram seu trabalho para o filme de animação “Os Incríveis 2”.

Em uma recente entrevista à uma agência de notícias católica, Philip Metschan, disse que o novo design da família super-heroína na animação foi inspirado pela criação de Deus.

O designer disse que gosta de filtrar seu trabalho através de sua própria experiência “para produzir um mundo que nunca existiu – coisas fantásticas que ninguém jamais viu antes”.

“Definitivamente, sou alguém que gosta de estar na natureza, fora do mundo e vivenciá-lo, porque acho que existem narrativas fortes que são criadas apenas a partir da existência desses lugares”, disse ele à CNA.

Metschan disse que é impossível separar a criação do Criador.

“De certa forma, sinto que sempre que estou usando [ambientes do mundo real] como inspiração, estou usando [Deus] como inspiração”, explicou ele.

“Os Incríveis 2”, conta a história do filme “Os Incríveis” de 2004. O novo filme arrecadou US$ 1.238.375.564 nas bilheterias do mundo, e está classificado como o melhor filme de 2018. O filme segue a missão da família Pêra enquanto tentam reconquistar o favor de pessoas em todo o mundo que perderam a fé em Super-heróis.

O criador da Pixar disse que apreciou o enredo do filme, uma vez que aponta para a importância da família, amizade e fazendo o que é certo.

“Embora usemos esses personagens fantásticos para fazer isso, as emoções universais são muito centrais”, acrescentou.

“O vilão se livra dos super-heróis por causa de sua noção de que ter pessoas especiais entre nós nos deixa fracos, pois confiamos nessas pessoas em vez de confiar em nós mesmos”, explicou Metschan.

“No que se refere à nossa fé católica, eu diria que os heróis atuais [do mundo] não são feitos das coisas que gostaríamos que fossem feitos”, continuou ele. “Eles não são heróis pelas razões que eu acho que nós, católicos, procuramos para os nossos ‘heróis’, e a razão pela qual os veneramos”.

“Acho que ainda temos a opção de escolher nossos heróis”, disse Metschen.

Ele insiste que a inspiração divina tem a responsabilidade de fazer como Jesus fez, servir uns aos outros.

Como artista, “você sente que recebeu algum tipo de habilidade especial, ou uma visão especial de como executar essas coisas novas, e também sente a responsabilidade de que essas coisas que você cria sejam positivas e esclarecedoras”.

Alguns dos outros trabalhos de Metschan incluem, ” Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones “, “Hulk” e “Missão: Impossível III”.

Fonte: The Christian Post