Dois padres anglicanos se casaram num templo da sua confissão em Londres, no primeiro casamento de homossexuais realizado numa igreja no Reino Unido, noticia o jornal “The Sunday Tlegraph”.

A cerimônia, realizada no mês passado numa das mais antigas igrejas de Inglaterra, a de São Bartolomeu o Grande, foi celebrada pelo seu pároco, Martin Dudley, com toda a liturgia tradicional, incluindo leituras, hinos e a eucaristia, com troca de alianças.

O casal, formado pelos padres Peter Cowell e David Lord, tinha feito anteriormente o registro civil da sua união de fato. Segundo o jornal, a cerimônia desobedeceu às orientações da Igreja e foi celebrada em desafio ao bispo de Londres, Richard Chartres, em cuja diocese se realizou.

Embora as uniões de fato entre casais do mesmo sexo sejam oficialmente reconhecidas no Reino Unido, a Igreja Anglicana determina que o casamento só deve ser celebrado entre um homem e uma mulher. Mesmo assim, alguns sacerdotes liberais já abençoaram no passado casais de homossexuais.

A cerimônia deverá aprofundar as divisões entre liberais e tradicionalistas no seio da Igreja de Inglaterra em torno da ordenação de padres homossexuais e dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo. O arcebispo do Uganda, Henry Orombi, disse que a cerimônia foi “blasfema” e exigiu ao primaz da confissão, Rowan Williams, a tomada de medidas para evitar “a desintegração da Igreja Anglicana”.

Fonte: Folha Online