Dez jovens entre 11 e 21 anos tentam reencontrar o caminho sem as drogas em uma pequena igreja na Vila Algayer, no Bairro Coronel Brito, em Venâncio Aires.

O trabalho do abrigo coordenado pelo pastor Marino Soares dos Reis começou há um ano e oito meses, quando se propôs a ajudar uma mãe que lhe veio pedir socorro por causa do filho, de 12 anos, viciado em crack. O pastor possuía experiência na área, pois trabalhou em um centro de recuperação no Paraná.

Depois de começar o tratamento com o primeiro, Soares afirma que o trabalho “virou uma bola de neve”. Hoje, 10 jovens se encontram no abrigo da Assistência Social Beneficente Evangélica Restaurando Vidas (Asberv). Explica que o Conselho Tutelar fazia o acompanhamento do primeiro e, ao tomar conhecimento do trabalho de recuperação, passou a encaminhar outros meninos.

O Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (Caps-AD) também levou dependentes para o tratamento.

Fonte: Gazeta do Sul – RS