Martelo da Justiça
Martelo da Justiça

Trinta homens foram condenados neste sábado a penas que vão de 10 anos a prisão perpétua por planejarem um ataque suicida a uma igreja na cidade egípcia de Alexandria e por outras acusações, disse uma autoridade do tribunal.

Autoridades disseram na época da prisão deles que os réus haviam adotado as ideias do grupo Estado Islâmico e recebido treinamento no exterior e no Egito.

Vinte dos réus foram ao tribunal e não reagiram às sentenças, e não houve comentário imediato dos advogados que os representam. Os outros 10 ainda estão foragidos e foram condenados à revelia.

O ataque à igreja não aconteceu. Mas a minoria cristã tem enfrentado uma série de ataques em Alexandria e outras partes do Egito nos últimos amos.

O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade por ataques suicidas a igrejas em Alexandria e Tanta em abril de 2017 que deixaram 45 mortos.

Fonte: Reuters via Jornal Extra