O Vaticano anunciou ter descoberto um desenho que seria o último feito em vida pelo pintor renascentista Michelangelo (1475-1564).

Trata-se de um esboço realizado durante a construção da basílica de São Pedro no século 16, representando uma das colunas que sustentam a cúpula da igreja.

De acordo com o jornal oficial da Santa Sé, o Osservatore Romano, o esboço foi encontrado recentemente em meio a documentos sobre os custos da construção da basílica na Fábrica de São Pedro, onde Michelangelo trabalhou entre 1547 e 1564.

É na Fábrica de São Pedro estão conservados todos os documentos relacionados com a história da basílica.

Segundo os especialistas que analisaram o documento, o desenho foi criado na primavera de 1563, quando Michelangelo tinha 88 anos, e era usado para a comunicação interna entre o artista e os talhadores de pedra que trabalhavam no local.

“Mão esperta”

“A segurança no traço, a mão esperta e habituada a tomar decisões de frente à pedra bruta deixam poucas dúvidas: é de Michelangelo o esboço”, disse o historiador Vitale Zanchettin, autor do estudo sobre a autoria do documento.

“Outra confirmação é o traço duplo do desenho, em que pode se admirar vários níveis do objeto como se a pedra fosse transparente.”

Juntamente com o desenho de uma parte da cúpula, também foram encontrados alguns números: 6,9 e ¾, provavelmente, medidas que seriam utilizadas para definir o corte das pedras.

O esboço é traçado em um pedaço de papel. Foi feito com uma espécie de giz vermelho usado desde o Paleolítico e muito apreciado durante a Renascença.

Segundo Zanchettin, o artista provavelmente fez o desenho em pé no canteiro de construção da Basílica de São Pedro, em uma das muitas oficinas de talhar pedra a céu aberto.

De acordo com ele, é um mistério o motivo pelo qual a folha foi salva, já que Michelangelo destruiu em vida grande parte de seus esboços e apontamentos.

Zanchettin avalia, no entanto, que o esboço tenha sobrevivido porque parte do papel foi utilizado novamente para cálculos pelos operários.

Arquiteto

A construção da Basílica de São Pedro começou em 1506, por iniciativa do papa Júlio 2º e graças a doações arrecadadas em toda a Europa.

Artistas famosos na época participaram da edificação do monumento, como o arquiteto Bramante, o pintor Rafael e o escultor Bernini. A basílica foi concluída em 1626.

Michelangelo, considerado um dos mais importantes artistas da história, trabalhou como arquiteto da basílica durante 17 anos até os últimos dias da sua vida, em fevereiro de 1564.

Segundo informações do jornal da Santa Sé, este seria o último rascunho do artista antes de morrer.

Fonte: BBC Brasil