Apresentadora Xuxa Meneguel

Uma moção de repúdio ao anúncio de livro com conteúdo LGBT para o público infantil, feito pela apresentadora Xuxa Meneghel, foi publicada nesta quinta-feira (06/08) no Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). A Proposta é da deputada estadual Rosane Felix (PSD).

Presidente da Comissão de Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso, Rosane considera absurda a justificativa de Xuxa de que o assunto será apresentado de uma maneira “para que as crianças possam entender que o amor é mais importante”. 

Através da moção, a deputada deixa registrado o seu repúdio e indignação: “Estão tentando acabar com a inocência das nossas crianças. Já não basta a pedofilia, a exploração sexual infantil? Deixem nossas crianças em paz!”

Rosane Felix enfatiza que a liberdade de expressão não pode ser usada como desculpa para expor conteúdos inadequados para menores de idade. 

“É necessário ter ética, respeito e responsabilidade. A criança ainda está em formação e por não possuir a maturidade necessária para determinados assuntos, deve estar protegida de qualquer conteúdo inapropriado a sua faixa etária. Criança não tem que ser induzida a pensar em sexo ou sexualidade, precocemente”, afirma Rosane Felix.

A deputada diz ainda que a formação dos valores e princípios morais da criança é atribuição da família. “A autora deixa claro a sua intenção de doutrinar as crianças através do livro, o que é um desrespeito às famílias que pensam de maneira diferente dela”, conclui.

Sobre o livro

A apresentadora Xuxa Meneghel está no centro de uma polêmica após afirmar durante uma live que pretende lançar um livro com conteúdo LGBT para o público infantil.

Na justificativa dada por Xuxa, o conteúdo colocaria o assunto de maneira lúdica “para que as crianças possam entender que o amor é mais importante”.

“Fiz esse livro pensando em tudo o que a gente está passando, tanto preconceito, tanta discriminação, tanta gente julgando as pessoas pelas suas escolhas, condições ou vontades. Aí eu tentei colocar de uma maneira lúdica, bonita. Para que as crianças possam entender que o amor é mais importante do que qualquer coisa”, afirmou.

A obra, segundo Xuxa, seria baseada na história de uma personagem chamada Maia. A garota seria uma menina arco-íris, que tem duas mães, afilhada da personagem de Meneghel. As publicações, segundo ela, devem ser lançadas pela Editora Globo.

Xuxa Meneghel revelou que irá doar 50% do lucro das vendas do livro infantil com temática LGBT à ONG evangélica Aldeia Nissi. O projeto, que faz parte da Cia de Teatro brasileira Jeová Nissi, acolhe e educa crianças em Angola, no continente africano.

Fonte: Alerj – Assessoria de imprensa e Pleno News