O papa Bento XVI nomeou hoje como revisor internacional na Prefeitura para os Assuntos Econômicos, que vigia as contas do Vaticano, o economista coreano Thomas Hong Soon Han, que criticou no recente Sínodo dos bispos a gestão dos bens da Igreja.

Hong Soon Han, professor de política internacional na Universidade Hankuk de Seul e membro do Pontifício Conselho para os Laicos, tinha convidado à Igreja “a fazer um exame de consciência sobre o uso dos bens”, durante seu discurso como convidado no Sínodo de outubro.

O economista coreano pediu ao Vaticano que seus contratos “garantissem o princípio de justiça e as retribuições suficientes para poder viver em boas condições”.

O cargo de revisor internacional tinha sido ocupado nos últimos meses pelo ex-presidente da companhia aérea Alitalia Maurizio Prato.

Fonte: EFE