O bispo de Basileia (Suíça), D.Kurt Koch, publicou um artigo no jornal italiano Giornale Del Popolo afirmando que oito em cada dez pessoas que sofrem perseguição religiosa no mundo são cristãs.

“A religião cristã é hoje a mais perseguida no mundo. Só em 2008, dos cerca de 2,2 bilhões de cristãos, 230 milhões sofreram discriminações, marginalizações ou hostilidades devido à sua fé. Os dados citados pelo clérigo constam do documento Liberdade religiosa no mundo.

“É particularmente triste que em nossos países ocidentais esta tragédia nem sequer seja conhecida pelos próprios cristãos”, aponta o religioso. “Uma razão deste desinteresse pode ser o fato de que, enquanto os irmãos perseguidos proclamam publicamente sua fé, nós a tenhamos reduzido a um assunto privado”, critica. “Nós nos fechamos em nossos problemas internos e não tomamos seriamente em consideração nossa missão pública na sociedade, na política, no Estado – quando não a esquecemos totalmente.”

Fonte: Cristianismo Hoje