As autoridades paquistanesas decretaram toque de recolher neste domingo no distrito de Dera Ismail (noroeste), depois dos distúrbios e tiroteios que deixaram pelo menos sete mortos durante uma procissão religiosa, informaram fontes oficiais.

Os incidentes começaram no sábado no povoado de Paharpur, no distrito de Dera Islamil, quando centenas de muçulmanos se reuniam para celebrar a festa de Eid Milad-un-Nabi, que comemora o nascimento do profeta Maomé.

Homens armados dispararam contra um desfile da seita Barelvi, de muçulmanos sunitas, matando uma pessoa e provocando uma violenta reação da multidão, que atacou um seminário da seita local Deobandi, também sunita.

“Sete pessoas foram mortas e outras 38 ficaram feridas nos distúrbios. Todos os mortos eram sunitas e há alguns xiitas entre os feridos”, informou à AFP Gul Afzal Afridi, chefe da polícia distrital.

Fonte: AFP