Cristãos na Ásia
Cristãos na Ásia

A igreja na Ásia Central continua crescendo. Apesar da intensificação das restrições e crescente introdução de novas leis quanto à liberdade religiosa, a igreja aumenta nessa área de tantas adversidades e conflitos.

Esse crescimento pode ser o principal motivo pelo qual essa região experimenta tamanha perseguição.

Como a igreja subterrânea na China, que cresceu e se expandiu grandemente durante a Revolução Cultural no país, os discípulos de Jesus estão se multiplicando na Ásia Central diante da repressão cultural e do governo.

Diversas pessoas têm arriscado tudo para reunir cristãos e fornecer Bíblias e literatura cristã para eles.

Este é o caso de Ulzhan*, um cristão que trabalha em uma área desconhecida. Ele conta: “Tantas pessoas têm vindo à fé, de tantos contextos e condições sociais diferentes. Eu vejo esse movimento de Deus em minha vida e na vida daqueles à minha volta. É incrível”.

Alexey* é um coordenador de distribuição de literatura para a Ásia Central. Ele diz que Deus tem feito a igreja a crescer, mesmo sem livros.

“Em média, nós distribuímos mais de 30 mil livros por ano. Sabendo que há mais de 70 milhões de pessoas na Ásia Central, o número de livros parece uma pequena gota em um grande oceano. Mas ainda assim, nossa esperança é que por meio de cada livro, Deus toque nos corações daqueles que o buscam e que nunca ouviram sobre Jesus”, acrescenta.

*Nomes alterados por segurança.

Fonte: Missão Portas Abertas