Em documento emitido no domingo, 2 de novembro, a hierarquia da Igreja Católica recordou aos nicaragüenses sobre a importância de votar em candidatos que lutem contra a injustiça, a opressão, a intolerância e o absolutismo de um indivíduo ou de partidos políticos.

Bispos pedem aos fiéis que não escolham candidatos com tendências egoístas, os quais não promovem o bem comum e procuram somente benefícios próprios.

Na carta, cristãos são exortados a não votar por aqueles que prometem soluções mágicas e que apenas dizem ser católicos quando procuram os votos dos fiéis ou que promovam o aborto.

A Aliança Evangélica Nicaragüense também emitiu carta pastoral convocando todos os cristãos a participarem das eleições municipais do próximo domingo, 9.

Os evangélicos lamentaram o fato de alguns candidatos recorrerem a frases ofensivas para fazer menção aos oponentes, num gesto que não contribui em nada ao desenvolvimento cívico democrático do país. Eles convocaram os fiéis a orarem no domingo para que o pleito transcorra em clima de paz.

O Conselho de Igrejas Evangélicas Pró Aliança Denominacional (Cepad) também sugeriu à membresia que orem nas igrejas, pedindo que reine a harmonia e a paz na hora de votar.

Na missa de encerramento da jornada nacional de oração, no último final de semana, o bispo Leopoldo Brenes exortou para que o processo eleitoral transcorra sem violência e para que o resultado das eleições municipais seja respeitado.

Em ato público realizado na terça-feira, 4, o presidente da República, Daniel Ortega, acusou os meios de comunicação de incitar a violência, apesar de o processo de campanha eleitoral transcorrer em paz.

Fonte: ALC