"In God We Trust" está inscrito acima da cadeira de um juiz da Suprema Corte do Estado de Nova York

Uma nova lei de Dakota do Sul, estado que fica no centro-oeste dos EUA, passou a exigir a exibição do lema nacional “Em Deus Confiamos” nas escolas públicas.

De acordo com a lei, as escolas públicas estaduais devem exibir o lema de uma maneira que seja aprovada pelos diretores das escolas e tenha no mínimo 12 por 12 polegadas de tamanho. 

Wade Pogany, diretor executivo da Associated School Boards de Dakota do Sul, disse que as escolas promulgaram a nova lei de várias maneiras.

“Alguns têm placas. Outros pintaram na parede, talvez em um mural”, disse Pogany. “[Em uma escola] estava dentro de seu muro de liberdade. Eles acrescentaram isso a um tema patriótico.

“Em Deus Confiamos” tornou-se o lema oficial dos Estados Unidos em 30 de julho de 1956, quando o presidente Dwight Eisenhower assinou uma lei que também imprimiu o lema em moeda nacional.

Nos últimos anos, as organizações secularistas tentaram remover o lema da moeda dos EUA e de outros lugares, argumentando que “Em Deus Confiamos” viola a separação da Igreja e do Estado.

A Fundação ateísta Freedom From Religion (FFRF), de Madison, Wisconsin, denunciou a Dakota do Sul por promulgar a nova lei, tendo ativamente feito campanha contra ela quando estava na legislatura.

“A lei – insultantemente confundindo patriotismo com piedade – é parte do esforço legislativo nacional do Projeto Blitz, que é uma campanha furtiva para injetar projetos religiosos em legislaturas estaduais em todo o país”, disse o FFRF .

O Rev. Franklin Graham, chefe da Associação Evangelística Billy Graham, elogiou a lei na sua página oficial no Facebook.

“Parabéns Dakota do Sul!”, Escreveu Graham. “Quando você pensa sobre isso, este simples lema histórico de quatro palavras é tão profundo. A única esperança para o futuro da nossa nação está no Deus Todo-Poderoso”.

“Esse não deveria ser apenas o lema da moeda de nosso país, mas o lema de nossas famílias, vivida a cada dia. Talvez devêssemos tirar uma lição das escolas de Dakota do Sul e colocá-la em nossas casas – e em nossos corações”.

Folha Gospel com informações de The Christian Post