Em conferência na tarde desta quinta-feira (20), durante a 1ª Semana de Valorização da Primeira Infância e Cultura da Paz, o senador Magno Malta (PR-ES) – que preside no Senado a Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia – alertou os participantes para a necessidade de leis que punam a Pedofilia e garantam o atendimento às crianças vítimas dessa prática.

O senador lamentou que não haja, no Brasil, uma legislação específica para os chamados crimes cibernéticos nem a tipificação criminal da atuação de pedófilos. Ele chamou a atenção para a realização do 3º Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescente – a partir do próximo dia 25, no Rio de Janeiro.

Também manifestou a sua expectativa da sanção, pelo presidente da República, do projeto de lei (PLS 250/08) de autoria da CPI da Pedofilia, que, dentre outras disposições, criminaliza a posse e aquisição de material com conteúdo relacionado à pedofilia.

Magno Malta destacou ainda os números referentes à pedofilia. Segundo o senador, a prática movimenta em todo o mundo US$ 105 bilhões. Ainda conforme Magno Malta, 20 mil álbuns virtuais de fotos do site de relacionamentos Orkut estão sendo investigados por suspeitas de conterem pornografia infantil.

A 1ª Semana de Valorização da Primeira Infância e Cultura da Paz termina nesta sexta-feira (21), com a realização de oficinas destinadas a educadores, no Interlegis.

Fonte: Agência Senado