Renato Suhett morreu vítima da Covid-19 (Foto: Reprodução)
Renato Suhett morreu vítima da Covid-19 (Foto: Reprodução)

O cantor gospel Renato Suhett, morreu aos 60 anos, neste sábado, 7 de julho, vítima da Covid-19. Ele estava intubado em um hospital de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Além de cantor, Renato Suhett era ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e ex-braço-direito do bispo Edir Macedo.

Renato Suhett chegou a ser um dos principais líderes da IURD, entre o fim dos anos 1980 e início dos anos 1990.

No dia 20 de julho, o artista usou as redes sociais para informar que estava internado com Covid-19. Na ocasião, ele recebeu diversos votos de melhoras.

Suhett que também era um dos fundadores da gravadora Line Records, ligada a Igreja Universal, chegou a vender mais de três milhões de cópias de CDs. Entre as músicas de maior sucesso do artista estão “Tantos Caminhos” e “Quando Te Encontrei”.

Renato Suhett nasceu no Rio de Janeiro, em 19/01/1961, era Evangelista, Conferencista, Professor de Português/Literatura e de Música, Escritor, Compositor, Músico, Cantor e Bacharelando em Filosofia. Gravou 12 discos em português e 6 em espanhol. Ingressou na vida cristã aos 20 anos, na Igreja de Nova Vida em Alcântara e Botafogo, ainda no tempo do Bispo Roberto MacLister. Depois conheceu a IURD, e aos 26 anos, tornou-se Bispo do Brasil. Estudou Teologia Livre na VINDE, com o Reverendo Caio Fábio. Formado em Teologia pela Faculdade da Assembleia de Deus em Mesquita (RJ). Pela IURD, desempenhou seu ministério em vários países, entre eles, Estados Unidos, Portugal, África do Sul, Argentina e México.