Um concurso de talentos transmitido diariamente pela televisão em todo o mundo árabe durante o mês sagrado do Ramadã terminou nesta quinta-feira com a vitória de um jovem líbio de 20 anos por recitar versos do Alcorão de memória.

Abed Al Hamid Abdullah Al Gwail derrotou 82 participantes de mais de 70 países e conquistou o prêmio Internacional Sagrado Alcorão Dubai, no valor de 250 mil dirhams (68 mil dólares).

A cada noite durante o Ramadã, mês durante o qual os muçulmanos se abstêm de comer, beber e fumar entre o nascer e o pôr-do-sol, os candidatos subiram ao palco diante de centenas de espectadores, várias câmeras de TV e um júri formado por cinco estudiosos muçulmanos.

 
[RW align=right]submarino[/RW]

Os participantes, obrigatoriamente do sexo masculino e com 21 anos no máximo, foram julgados a partir de sua memorização das sagradas escrituras, sua habilidade vocal e sua habilidade na arte do “tajweed”, que abrange entonação, cadência e pronúncia.
Os organizadores alugaram um canal via satélite por toda a duração do concurso, que foi transmitido ao vivo para espectadores no Oriente Médio, Europa, África e sul da Ásia. Quinze outros canais regionais transmitiram um resumo diário de 10 minutos.

“Por meio desse concurso, esperamos mostrar que o Islã advoga a paz e o respeito pelos homens”, disse o porta-voz do evento, Ahmed al Zahed. “Queremos mostrar o verdadeiro sentido do Islã, que é contrário à maneira como ele é retratado erroneamente, como sendo a religião que conduz ao extremismo.”

Cada participante do concurso recitou versos por até 15 minutos seguidos, interrompido por um sino se sua memória falhasse.

O concorrente mais jovem tinha 10 anos de idade, e muitos outros eram pouco mais velhos.

Fonte: Reuters