Bandeira da Coreia do Norte
Bandeira da Coreia do Norte

Cansado de pobreza, fome e privação na Coreia do Norte, um homem fugiu para a China em busca de uma vida melhor e iniciou uma jornada inesperada com Deus.

“Após 46 anos de dificuldades constantes, fui para a China”, relatou Seo-jun* ao Ministério Cornerstone. “Lá conheci um colega coreano e ouvi dele sobre Deus.”

O homem cristão deu a Seo-jun uma Bíblia, que ele começou a ler.

“Minha curiosidade foi despertada imediatamente quando vi este livro, pois ele não é encontrado em nenhum lugar onde eu morava na Coreia do Norte. Eu nunca tinha visto alguém que tivesse uma Bíblia nem tivesse ouvido nenhuma referência bíblica em toda a minha vida até então”, disse ele.

Seo-jun conta que o poder da Palavra e do Espírito tocou seu coração e ele se entregou a Jesus.

Quando ele retornou à Coreia do Norte, Seo-jun levou sua nova Bíblia e a lia disfarçadamente, quando acreditava não haver ninguém por perto, até que um dia ele foi surpreendido por alguém que o observava.

Denunciado, Seo-jun foi pego com a Bíblia e preso. “Fui pego com a Bíblia e enviado para um campo de concentração sem julgamento”, disse.

No campo, oficiais o interrogaram sobre a Bíblia. “Como você conseguiu sua Bíblia? Quem deu a você e quanto você leu?”, gritavam com ele.

Após semanas de intensos interrogatórios, os guardas o colocaram em uma cela minúscula na qual uma pessoa mal conseguia se espremer. “Eu não conseguia esticar as pernas”, lembrou. “Não havia luz e eu mal podia respirar por causa do terrível cheiro da latrina.”

“Por que estou sofrendo assim?”, Seo-jun se perguntou. “Por que estou sob tanta perseguição? Além de ler a Bíblia, eu não fiz nada…”

Sob as duras condições com pouca comida, seu corpo definhou. “Meu corpo perdeu toda a sua gordura e fui reduzido a apenas pele e ossos”, lembra.

Gravemente desnutrido, ele perdeu o controle de seus movimentos intestinais.

Um dia ele começou a cantar baixinho para o Senhor. “Porque Deus ama o mundo, deu o seu Filho único, todo aquele que nele crê não perecerá, mas terá a vida eterna.”

Seo-jun conta que o Espírito de Deus ministrou a ele e imediatamente sentiu paz em seu coração e suas tristezas desapareceram. Deus refrescou sua alma de uma maneira que ele pudesse continuar a suportar seu sofrimento.

“Afinal, Jesus sentiu a terrível dor dos meus pecados quando sofreu na cruz”, pensou.

Depois de 15 anos no campo, Seo-jun foi libertado. Ele voltou para sua cidade natal, mas não conseguiu encontrar sua família. Eles simplesmente desapareceram. As pessoas da cidade o rejeitaram por causa de seu encarceramento.

“A única coisa que pude fazer foi fugir para a China em busca de trabalho”, disse ele. Depois que ele chegou, ficou desapontado porque havia poucos empregos disponíveis para imigrantes ilegais da Coreia do Norte.

Seo-jun conheceu um missionário cristão e começou a estudar a Bíblia com ele. O homem o alimentou e cuidou dele enquanto estudavam juntos.

Em 2016, ele ficou surpreso com a voz de Deus através das Escrituras: “Vá a todas as nações. Faça deles meus discípulos e os batize em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ensine-os a obedecer a tudo o que eu lhe ordenei. E certamente estarei com você sempre, até o fim dos tempos.”

“Então, eu achei essa passagem nas Escrituras”, ele lembrou. “Todas as nações incluem a Coreia do Norte?” ele se perguntou. O pensamento a respeito dessa verdade fez sua cabeça girar.

Após um estudo mais aprofundado da Palavra de Deus, Seo-jun percebeu que estava sendo chamado para servir a Deus como missionário em sua terra natal.

“Estou voltando para a Coreia do Norte para levar essas almas perdidas a Jesus”, disse ele a seu amigo.

Seo-jun retornou à Coreia do Norte com sua Bíblia para compartilhar o Evangelho em uma das nações mais difíceis da Terra.

*Nome fictício usado por segurança.

Fonte: Guia-me com informações de God Reports