Um padre morreu depois de se sentir mal durante a celebração da missa das 8h de ontem na Paróquia de Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos, em Manaus (AM).

O padre Cláudio Rossini, 48, caiu desacordado no altar e chegou a ser socorrido por médicos que assistiam à missa. Ele foi encaminhado ao hospital, mas morreu ainda pela manhã.

Mesmo após o incidente, a missa continuou com um outro padre que estava no local.

Rossini era natural de Ajuricaba (RS) e estava na paróquia de Manaus havia pelo menos um ano.

O corpo dele será velado em uma funerária da cidade. Conforme representantes da paróquia, uma missa em homenagem ao padre foi celebrada ontem e outra deverá acontecer hoje.

Depois dessa segunda celebração, o corpo de Rossini deve ser levado ao Rio Grande do Sul, onde será enterrado em um cemitério.

Segundo a funerária, o atestado de óbito do padre não esclarece a causa da morte, que aparece como “indeterminada”.

Colegas da igreja ouvidos pela reportagem suspeitam que ele tenha sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no momento em que celebrava a missa em Manaus.

[b]Fonte: Folha de São Paulo[/b]