Homem ataca pastor durante culto
Homem ataca pastor durante culto

A Justiça extinguiu o processo contra o jovem, de 26 anos, que quase esfaqueou um pastor da igreja “O Brasil para Cristo” durante um culto no mês de novembro de 2017, em Tatuí (SP).

A informação foi confirmada ao portal G1, nesta segunda-feira (16) pelo advogado do pastor, Douglas Delanga.

Na época, o culto era transmitido ao vivo na página da igreja no Facebook e a transmissão mostrou o momento em que o rapaz subiu no púlpito, e quase esfaqueou o pastor Gétero Augusto de Campos.

As imagens mostram quando o homem sobe no púlpito e puxa uma faca, partindo para cima do pastor. Os fiéis gritam e o pastor consegue se virar antes de ser atacado, vendo o homem indo em sua direção armado. O pastor se esquiva e começa a andar para trás. “O sangue de Jesus tem poder”, repete ele constantemente.

Depois, vários homens sobem no púlpito e um deles consegue derrubar o agressor. O pastor então ri: “Tá na mão, tá na mão. Aleluia. Glória a Deus”, diz, enquanto o homem é retirado da igreja.

Segundo o advogado, o jovem chegou a ser levado para a delegacia, onde assinou um termo circunstanciado de lesão corporal tentada. Após seis meses, a representação judicial foi feita e uma audiência com um promotor de Justiça foi marcada no Fórum de Tatuí no mês de abril.

Porém, de acordo com o advogado, durante a audiência o jovem pediu perdão e o pastor Gétero aceitou. Com isso, o processo foi extinto.

Pastor Gétero foi atacado com faca durante culto transmitido ao vivo
Pastor Gétero foi atacado com faca durante culto transmitido ao vivo

“O caso ficou com o Juizado Especial Criminal. Com isso, o perdão aceito é uma causa de extinção de punibilidade. Então, como o jovem pediu e o pastor aceitou, o processo foi extinto”, explicou.

O pastor Gétero afirmou que não quis prejudicar o jovem e que perdoou o rapaz. “Eu perdoei ele do fundo do coração. Não quis prejudicar. Eu não tenho nenhum sentimento de raiva, nada”, afirmou, ao portal G1.

Ainda segundo o pastor, o jovem, que costumava ir à igreja com sua mãe há 10 anos, não foi mais aos cultos. Porém, como ele mora próximo, já encontrou com o pastor várias vezes.

“Após o ocorrido, já encontrei com ele várias vezes, porque ele mora praticamente nos fundos da igreja. Ele não consegue me cumprimentar olhando nos meus olhos. Sempre quando eu o vejo, ele abaixa a cabeça e fica sem graça”, diz.

Veja o vídeo do momento em que o homem tenta esfaquear o pastor:

Fonte: G1