O prefeito do Recife, João da Costa (PT), tenta se aproximar da população e mostrar aos aliados que tem condições de derrotar a oposição em 2012.

Com o objetivo de viabilizar o seu nome como candidato à reeleição, o prefeito do Recife, João da Costa (PT), não tem medido esforços para se aproximar da população e mostrar aos aliados que tem condições de derrotar a oposição em 2012.

Além de transformar as ações administrativas, dentro e fora do prédio-sede da PCR, em grandes eventos – como fez na a abertura das plenárias do Orçamento Participativo e nas inaugurações das quadras externas do ginásio de esportes Geraldão e da Academia da Cidade do Parque 13 de Maio – ele vem investindo em reuniões com públicos segmentados, como os grupos religiosos.

No sábado (20), o prefeito esteve na sede da loja maçônica Grande Oriente Independente de Pernambuco, no Bairro de São José, e assinou um documento, na Praça Frei Caneca, para que o local seja adotada pela maçonaria dentro do programa Adote o Verde, que preserva as praças da cidade. Para prestigiar a maçonaria, João da Costa levou quase todos os integrantes de seu primeiro escalão.

O prefeito tomou a mesma iniciativa ao prestigiar, no final de semana anterior, um evento das igrejas evangélicas contra o uso de drogas, no Parque Dona Lindu, organizado pelo líder do governo na Câmara do Recife, vereador Luiz Eustáquio (PT). Nas próximas semanas, ele deve seguir o mesmo roteiro, comparecendo a eventos organizados por outras religiões.

Mas não é só esse tipo de iniciativa que está impulsionando a pauta do prefeito. O ritmo das ações da gestão está sendo acelerado para mostrar à opinião pública os resultados dos programas desenvolvidos nesses dois anos e oito meses de governo. Ao longo das próximas semanas, João da Costa quer comandar eventos que possam repercutir na imprensa e, consequentemente, nas ruas.

[b]Fonte: JC Online[/b]