A Justiça prorrogou por mais cinco dias a prisão temporária do jovem Rafael Pedro dos Santos, de 18 anos, acusado de assaltar a casa de um pastor evangélico no bairro Cohab Nova, na última terça-feira.

Ele agiu em companhia de mais quatro cúmplices, sendo um deles um adolescente de 17, preso junto com Rafael no dia seguinte ao assalto. A dupla é suspeita de assaltar também uma fábrica de uniformes, no bairro Verdão.

Rafael e o adolescente foram reconhecidos nos dois assaltos. Os dois, no entanto, negam a participação. Para policiais da Delegacia do Complexo do Verdão, a dupla pode ter participado de mais roubos. Para dar continuidade às investigações, o delegado Douglas Turíbio pediu a prorrogação da prisão.

No assalto à casa do pastor, a quadrilha ficou cerca de 50 minutos causando pânico na família da vítima. Nesse tempo, eles reviraram a casa em busca de dinheiro e principalmente de jóias. Os assaltantes fugiram levando relógios, celulares, aparelhos de DVD, computadores portáteis e tênis. NO dia seguinte, policiais militares prenderam Rafael e o adolescente que foram indiciados no roubo.

Fonte: Diário de Cuiabá