Pastor Silas Malafaia
Pastor Silas Malafaia

Os dados do pastor Silas Malafaia foram divulgados na internet no dia 4 de junho, pelo grupo de hackers Anonymous. Entre as informações expostas estão números de cartão de crédito, endereço, telefone, data de nascimento e CPF.

Os invasores ainda tentaram doar uma quantia de R$ 10 mil da conta de Malafaia para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, mas a operação não chegou a ser concluída.

O perfil no Twitter AnonCyber, que seria integrante do grupo Anonymous e teria feito a transferência do dinheiro usando os dados do pastor, confirmou que a operação não foi concluída.

O grupo também acusou o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) de receber dinheiro de fiéis em sua conta pessoal e chegou a publicar um boleto. Através de uma rede social, Silas disse que tudo será descoberto e acusou o grupo de forjar mentiras.

“CANALHAS ! Os esquerdopatas forjaram mentiras dizendo q dinheiro doados vieram para minha conta . Rackearam dados meus. Só atuam contra quem ñ é do viéis da esquerda. EM NOME DE JESUS VOCÊS VÃO SER DESCOBERTOS . AGUARDEM !”, escreveu Malafaia no Twitter.

O pastor alega que os números de cartão de crédito que estão circulando pela internet não são dele e nem de seus familiares e que as únicas informações verdadeiras são seu endereço e CPF.

“Um troço de amador, não sei nem se são esses caras (do grupo Anonymous) mesmo”- comentou Malafaia.

Os hackers ameaçaram também enviar compras para a casa do pastor, mas ele afirma que até o momento não recebeu nada ou sofreu qualquer prejuízo financeiro em decorrência da exposição de seus dados.

Outro pastor evangélico também foi alvo do grupo. A mesma página compartilhou, na noite desta terça-feira, um comprovante de doação no valor de R$ 2.450,00, para a Legião da Boa Vontade (LVB), em nome de Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus. Valdemiro ainda não comentou sobre o caso.

Fonte: O Globo e Pleno News