Herman Mendoza era traficante e se tornou pastor

Herman Mendoza tinha tudo – dinheiro, sucesso, mulheres e uma bela casa. Mas o reino que ele construiu desmoronou quando foi preso por vender drogas, forçando-o a se ajoelhar, onde acabou aceitando a Cristo.

A experiência de Mendoza com drogas começou quando era adolescente, mas foi por volta dos 20 anos, quando não conseguia encontrar emprego, que ele realmente mergulhou no tráfico de drogas, seguindo os passos de seus irmãos.

Ele conta sua história no livro “Shifting Shadows”, onde relata “como um traficante encontrou liberdade no último lugar em que esperava”.

Mendoza se juntou a seus irmãos na distribuição de cocaína. Não demorou muito para ele ser tomado pelo sentimento de poder — quando o dinheiro chegou, ele passou a frequentar festas e desfrutar de suas novas riquezas.

“Essa é uma maneira fácil de ganhar dinheiro e ficar rico”, ele pensou na época. As riquezas e diversão de Mendoza foram interrompidas quando policiais encontraram cocaína no porta-malas de seu carro.

De repente, Mendoza estava enfrentando a vida na prisão — uma realidade que o deixou desolado. “Minha mente estava acelerada. Meu coração estava na garganta. Isso me fez acordar, porque a realidade do que eu estava envolvido veio à tona”, disse ele. “Eu tinha 25 anos e, na época, tinha um filho e pensava nele: o que será do meu filho?”

Mendoza fez um acordo e acabou indo para a prisão antes mesmo de ser libertado, por voltar às negociações criminosas. “Eu fui um tolo. Eu voltei ao que eles chamam nas ruas de ‘o jogo’”, disse ele

Mais uma vez, Mendoza se viu atrás das grades, com uma situação judicial ainda mais complexa. Mas algo aconteceu que mudou a vida: seu irmão, que também estava preso, se tornou cristão e estava dedicado a evangelizar Mendoza.

O irmão de Mendoza continuou compartilhando a Palavra de Deus, até que viu suas orações respondidas.

“Eu entreguei minha vida ao Senhor. Não havia outra saída”, disse Mendoza. “Eu disse, preciso experimentar Deus. Eu tentei outras coisas, eu tinha milhões de dólares, mas isso nunca me satisfez”.

Apesar de seus problemas judiciais e erros passados, Mendoza decidiu se tornar cristão. “Senti esse calor me envolvendo, senti a presença de Deus”, disse ele. “Eu percebi que Jesus pagou o preço pelo meu pecado. Eu era um morto-vivo e agora estou vivo em Cristo”.

Hoje Mendoza é pastor em Nova York, a mesma cidade em que viveu seu passado na criminalidade.

Folha Gospel com informações de Guia-me, Christian Headline e Pure Flix Insider