O atacante francês do Chelsea, Olivier Giroud, no evento da ONG Portas Abertas
O atacante francês do Chelsea, Olivier Giroud, no evento da ONG Portas Abertas

O atacante francês do Chelsea, Olivier Giroud, apoiou os cristãos perseguidos e a ONG Portas Abertas em um evento de gala no dia 19 de maio em Londres.

O evento de caridade, organizado por uma parceria entre a French Connect, uma igreja de língua francesa em Londres, e a associação Plus Que Sportifs, arrecadou mais de 11.000 euros para Portas Abertas.

Giroud, juntamente com vários jogadores cristãos, incluindo Lucas Moura , David Alcibiades e Paul-José M’Poku, patrocinaram o evento.

Ele ressalta que “se estou aqui, é porque sempre tive uma boa estrela na cabeça. Esta estrela é Deus e seu filho. Estou convencido de que o que estou fazendo é para um propósito: servir a Jesus Cristo ”.

“É inimaginável ver tantos cristãos perseguidos no mundo hoje. É incrível ter números assim. Nós temos que conversar sobre isso. Precisa haver consciência ”, disse Giroud.

Giroud venceu a final da Liga Europa na quarta-feira , vencendo o Arsenal por 4-1. Ele abriu o placar para o Chelsea aos 49 minutos, e terminou a temporada como o maior goleador da Liga Europa com 11 gols.

No ano passado, depois de vencer a Copa do Mundo com a França , ele disse ao Daily Mail: “Sou muito religioso, então, naquele momento, apenas agradeci a Deus. Fiquei muito grato por ter a oportunidade de viver o meu sonho. Viver cada dia para mim é uma bênção”.

Giroud também lembrou que ele “cresceu com a minha mãe me trazendo todos os domingos para a igreja”, e “ agora estou estudando a Bíblia e sinto que quero saber mais sobre a vida de Jesus Cristo”.

“Toda vez que leio as palavras da Bíblia Sagrada, sinto-me grato por tudo que aconteceu comigo”.

Ele tem uma tatuagem em seu braço direito da primeira linha do Salmo 23 em latim (Dominus me regen et nihil mihi deerit: “O Senhor é meu pastor, nada me faltará”).

O Chelsea confirmou que Giroud assinou um contrato de um ano com o clube, que prolongará sua permanência até o final da temporada 2019-20.

Folha Gospel com informações de Evangelical Focus