O Arcebispo Desmond Tutu, que sempre se opôs às críticas feitas aos homossexuais pela igreja anglicana e às suas intensas políticas homofóbicas, declarou no Programa Hora Gay, da rádio Manchester, que sente muito pelo modo com que a igreja tratou os gays no passado.

“Quero me desculpar com vocês e com todos aqueles que nós, da igreja, perseguimos. Sinto muito por termos feito parte dos perseguidores de um grupo específico”. E continuou: “Sinto muito. Sinto muito, pela dor, pela rejeição e pela angústia que nós causamos a cada um de vocês”.

Tutu recentemente chamou a igreja de “extraordinariamente homofóbica” e “obcecada pelas questões da sexualidade humana”.

Fonte: Mix Brasil