terça-feira, 16 de julho de 2019
Início CINEMÚSICA

CINEMÚSICA

“A entrevista”

O filme é ruim demais... O filme é um conjunto de piadas grosseiras e sem graça, com palavrões e situações chulas espalhadas por suas quase duas horas.

Globo mutila filme sobre Tim Maia

Por que cargas d’água então a rede Globo resolveu mexer no filme? Onde fica a máxima de que “não se mexe em time que está ganhando”? O motivo não poderia ser mais mesquinho.

Um país dividido

O Brasil é uma democracia ainda jovem; estamos vivendo o segundo período democrático de nossa história e assim como o anterior, mal passamos da segunda década.

Ariano Suassuna e Chico Science

Chico Science e Ariano Suassuna beberam na mesma fonte, a da cultura popular, do nordestino comum, autêntico, rustico. Apenas tomaram rumos diferentes em seus processos de deglutição.

A Copa das Copas

Quem conseguiria prever que a “Copa das copas” brilhasse em termos de organização e espetáculo, mas que terminasse revelando a pior seleção brasileira de todos os tempos?

Copa: final hollywoodiano ou tragédia grega

Futebol não é o meu esporte preferido, nem pra assitir, nem pra jogar; mas em época de Copa Do Mundo, isso não importa. Ainda mais sendo a Copa no Brasil! É mais do que justificável parar tudo e acompanhar cada segundo desse evento que torna o Brasil o centro do mundo por algumas semanas.

Xuxa e a Lei da Palmada

Não existe nada mais Cristão do que o principio da metanóia, da mudança de vida. A Bilia diz que “todos pecaram e destituídos estão da Graça de Deus”(Romanos 3:23). Mas, nós não precisamos mais ter nenhum vinculo com o passado, com os erros cometidos, desde que haja arrependimento autêntico, desde que haja conversão genuína.

Feliciano e a Porta dos Fundos

O pastor Pentecostal Marco Feliciano é um poço de polêmicas. Deputado federal pelo estado de São Paulo pelo Partido Social Cristão (PSC), Feliciano ficou famoso quando foi indicado para a Comissão dos Diretos Humanos e Minorias (CDHM).

Ver ou não ver: eis a questão

Apesar das reações negativas ao filme “Noé”, 2014 promete ser um dos anos com maior número de filmes bíblicos de todos os tempos. Além do épico com Russell Crowe, diversas outras produções estão à caminho.

Longa metragem “evangélico”

Estrelado por Tuca Andrada, Oscar Magrini e Luciano Szafir, famosos por suas participações em novelas Globais, deve estrear no segundo semestre de 2014, o filme “A Palavra”. Trata-se de uma produção da Anjoluz Filmes, empresa ligada à Assembleia de Deus, e liderada por Zitah Oliveira.