terça-feira, 16 de julho de 2019
Início CINEMÚSICA

CINEMÚSICA

A próxima “onda brasileira”

Até que ponto artistas Cristãos devem aceitar os “padrões” do mercado e fazer músicas que “emplacam”. Até que ponto pastores e igrejas devem tolerar e abrir as portas de suas igrejas para laços “políticos e de relacionamento” fisiológicos que nada tem à ver com a mensagem do Evangelho sendo proclamada, mas com negócio puro e simples.

O beijo da discórdia

Ninguém fala outra coisa. Os sites de mídia social estão repletos de fotos, posts e comentários. Uns amando, outros odiando. Uns empolgados outros completamente chocados. É o beijo da discórdia.

Sobre os tais “rolezinhos”

De todas as implicações que tentaram fazer aos “rolezinhos”, as mais absurdas foram as associações ao racismo e segregacionismo.

Festival Promessas e o filme sobre Noé

Achei bem interessante ver como uma parcela da comunidade evangélica brasileira vem atacando de forma impiedosa a terceira edição do Festival Promessas, produzido pela Rede Globo. Curiosamente, muitas das pessoas que atacaram o festival da Globo parecem estar bem animadas com a superprodução “Noah”.

Justin, quem?

Justin Bieber que até pouco tempo era considerado um prodígio da música pop, bom moço, que sempre se declarou cristão, teve um comportamento bem discrepante dessa imagem, na turnê sul-americana.

“Blackfish” – O outro lado do Sea World

Quem já foi a algum dos parques aquáticos do Sea World e se encantou com os shows envolvendo golfinhos, focas e orcas, vai se chocar um pouco com o documentário “BlackFish”.

Sobre as biografias não autorizadas

Imaginem se Hitler só pudesse ser biografado com autorização dos familiares; Imaginem se Collor ou Maluf pudessem bloquear qualquer livro escrito sobre suas trajetórias políticas.

O clamor de Rodolfo Abrantes

Recentemente um vídeo de Rodolfo se tornou um dos arquivos mais assistidos no Youtube. No clipe, gravado na Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte, ele conclama todo o povo evangélico a “levantar um clamor pelo fim da cultura gospel.

Meu encontro com Dominguinhos

Um gigante que se foi recentemente, mas que na verdade nunca vai nos deixar. Será eterno, assim como Luiz Gonzaga, seu padrinho.

“V”… de que mesmo?

O povo brasileiro tem uma grande chance de promover mudanças fundamentais em nossa sociedade, com todos esses protestos e com essa mobilização incrível que vem acontecendo nos últimos dias.