Dois dos 25 presos que fugiram, no sábado, da carceragem da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) do Complexo Policial dos Barris, em Salvador (BA), foram convencidos por familiares a voltar à cadeia.

Um deles, Reinaldo Santana Santos, de 25 anos, voltou no dia seguinte, acompanhado pelo advogado e pela mãe, que o repreendia. O segundo, não identificado pela polícia, voltou na manhã de ontem. Os dois foram presos por tráfico de drogas.

Até o momento, eles haviam sido os únicos recapturados da fuga. Os policiais continuam as buscas pelos outros 23 detentos, que serraram as grades da carceragem para fugir. A cadeia, que tem 12 celas e capacidade para abrigar 35 presos, tinha, no sábado, 105. Ontem, os agentes tiraram todos os pertences dos detentos das celas para vistoria. Ainda não se sabe que tipo de instrumento foi usado para serrar as grades e como ele entrou na carceragem. O delegado Carlos José Habib de Lima promete instaurar inquérito para apurar as circunstâncias da fuga.

Fonte: Agencia Estado