A Conferência Episcopal da Índia anunciou a morte de Manzoor Ahmad Chat, um cristão evangélico, de 33 anos, decapitado nos últimos dias, por militares islâmicos na Caxemira.

Para o pastor Paul Ciniraj não resta dúvida de que Manzoor tenha sido assassinado por causa de sua fé. “Ele acreditava em Jesus Cristo e convidava outros fiéis cristãos a sua casa, para rezar” _ ressaltou o pastor.

No ano passado, o cristão Bashir Ahmed Tantrey foi pego de surpresa e assassinado por ter proclamado publicamente sua fé. (MJ)

Fonte: Rádio Vaticano