Culto na Igreja Rios de Vida, na Colômbia
Culto na Igreja Rios de Vida, na Colômbia

A Aliança Cristã de Igrejas Evangélicas da Argentina (ACIERA) enviou uma carta na terça-feira ao presidente do país, Alberto Fernández, dizendo que seus “locais de culto, múltiplas instalações, recursos e voluntários estão a serviço do país para tudo o que for necessário”.

Os líderes evangélicos enfatizaram na carta que “oram para que a pandemia de coronavírus e seus efeitos devastadores parem”.

“Oramos pelos profissionais de saúde , pelas forças de segurança e por todos aqueles que hoje em dia servem aos outros através de seu trabalho . Pedimos a Deus que os proteja da doença e lhes dê força e encorajamento renovados ”, acrescentaram.

Eles também apontaram que “ecoamos suas palavras oportunas, quando ele disse ‘Deus nos deu tempo’, mencionando Deus como o único que pode nos trazer esperança. Por isso , pedimos a Deus Todo-Poderoso que lhe dê sabedoria, que o apoie com força sobrenatural e que descanse no meio da tempestade ”.

Na Colômbia , o pastor da Igreja Ríos de Vida, Miguel Arrázola, disponibilizou as duas igrejas de sua congregação para a cidade de Cartagena e toda a região de Bolívar.

Em uma carta enviada a Vicente Blel, governador de Bolívar e prefeito de Cartagena, William Dau, o pastor ofereceu suas instalações para o atendimento de pessoas infectadas pelo coronavírus ou para qualquer necessidade que os cidadãos e as autoridades possam ter.

“O objetivo é transformá-lo em um armazém de alimentos, medicamentos e material hospitalar . São 4.000 metros quadrados de construção, mais seis hectares, para as diferentes possibilidades que podem surgir, incluindo a colocação de leitos hospitalares ”, disse Arrázola.

Além de oferecer seus templos, a igreja Ríos de Vida distribuiu mais de 900 pacotes de alimentos nesta semana, em três hospitais e uma fundação infantil na cidade.

“Temos fornecido 4.900 médicos, atendimentos odontológicos e psicológicos, transportando ambulâncias, unidades médicas, fazendo ultra-sons. É uma equipe de saúde completa. Oferecemos até serviços de cabeleireiro e oficinas de empreendedorismo. Mobilizamos a igreja com 14.000 voluntários ”, disse Arrázola.

O presidente colombiano Iván Duque, por meio do Ministério do Interior, emitiu um decreto nesta semana que permite que grupos inter-religiosos forneçam ajuda social, espiritual e emocional a quem precisa. Além da polícia, os pastores estão entre as poucas pessoas que podem se deslocar pela cidade.

No Brasil, a Arquidiocese de Belo Horizonte colocou à disposição das autoridades, aproximadamente 1,5 mil igrejas localizadas em Belo Horizonte e em 27 municípios da região metropolitana para se tornarem hospitais de campanha.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (26) pelo arcebispo metropolitano da capital mineira, dom Walmor Oliveira de Azevedo, diante da pandemia de coronavírus e da expectativa de sobrecarga no sistema de saúde pública.

Os templos também poderão ser utilizados como pontos de apoio a idosos, doentes e pessoas de maior vulnerabilidade social.

Dia Global de Oração e Jejum

“O Covid-19 é uma grande preocupação para todos nós. Especialmente porque se espalha para áreas do mundo com menos recursos para lidar com isso. Nós precisamos orar”.

Esta foi a mensagem da Aliança Evangélica Mundial (WEA, sigla em inglês) ao designar o domingo, 29 de março, como um dia global de oração e jejum.

A entidade que representa 600 milhões de cristãos evangélicos em todo o mundo oferece em seu site um guia de oração e jejum , e chama todos os cristãos a “encorajarem-se mutuamente a compartilhar histórias de fé e esperança à medida que caminhamos juntos” em um grupo no Facebook aberto para esse fim.

“Essa crise já afetou pessoas em todos os cantos do mundo, com o vírus continuando a se espalhar, as unidades de saúde estão se preparando para um número esmagador de pacientes, enquanto milhões estão confinados em suas casas e preocupados não apenas com a ameaça da doença, mas também as consequências econômicas imediatas e duradouras para suas vidas ”, disse Bp Efraim Tendero, Secretário Geral da WEA.

“No meio dessa situação, somos lembrados de quão vulnerável é o homem como um pequeno vírus invisível aos olhos humanos que interrompe o mundo inteiro. É um tempo que pede humildade e oração ao Pai Celestial, Criador e Sustentador deste mundo. Oramos porque sabemos que Deus ouve e responde ”, acrescentou.

“A oração ainda é a maior ajuda que podemos dar. Ao orarmos pelas pessoas neste momento difícil, garantimos-lhes o amor e o cuidado de Deus por aqueles que têm medo. Vamos orar especialmente por todos os médicos e funcionários do governo da linha de frente – por proteção, boa saúde e sabedoria em tudo o que fazem. Trabalhando em conjunto com a ajuda de Deus, venceremos o Covid-19 ”, disse Bp Tendero.

O tema da iniciativa é “Senhor, ajude!” e é inspirado no Salmos 107 . “Esta iniciativa de oração não começará e terminará com um dia, mas esperamos galvanizar os esforços de oração e incentivar os fiéis a se tornarem parte do movimento global de oração para interceder diariamente”, finalizou Tendero.

Folha Gospel com informações de Evangelical Focus e O Tempo