"Super Drags", série da Neflix que mostra drag queens como super-heroínas”

O polêmico desenho animado Super Drags teve cerimônia de lançamento realizada pela Netflix nesta quarta-feira (31). A série estreia na plataforma de streaming no próximo dia 9. O anúncio causou revolta em diversos líderes religiosos e políticos.

O vereador Filipe Martins (PSC), de Palmas, Tocantins, emitiu um alerta aos pais e responsáveis para o conteúdo.

– Alerto aos pais que fiquem atentos se não desejam que seus filhos tenham acesso a esse tipo de material. Infelizmente querem impor a qualquer custo essa agenda LGBT para nossos filhos. Crianças são influenciadas pelo que veem e ouvem. Quem é pai e mãe sabe disto – declarou.

Outros líderes, como o pastor Rafael Bello, também alertaram para o conteúdo do desenho. O pregador faz uma campanha pesada contra a produção em suas redes sociais e afirmou que chegou a perder seguidores por isso.

Após ser criticada pela Sociedade Brasileira de Pediatria, a produção da série afirmou que o programa é para maiores de 16 anos.

Segundo a Lei da Classificação Indicativa, o conteúdo para maiores de 16 anos é aquele que pode apresentar violência ou com conteúdo sexual mais intenso, com cenas de tortura, suicídio, estupro ou nudez total.

Fonte: Pleno News