A Conferência de Bispos e Pastores Presidentes de Igrejas Luteranas da América Latina, que estará reunida nesta capital, dias 16 a 20 de abril, vai abrir espaço na agenda para a análise de modelos sustentáveis de igreja.

Um total de 40 líderes, representando 14 igrejas-membro da região, vinculadas à Federação Luterana Mundial (FLM), participará do encontro, realizado anualmente com o propósito de intensificar a cooperação entre as igrejas e definir em conjunto desafios e tarefas comuns. Também participam da Conferência representantes de movimentos jovens e de mulheres.

A Conferência será presidida pela reverenda Gloria Rojas, pastora presidente da Igreja Evangélica Luterana no Chile (IELCH). O encontro deverá aprovar programa regional para dar continuidade à reflexão sobre modelos de igreja sustentáveis e implementação de planejamentos participativos nas comunidades e congregações.

Ecumenismo é outro tema da pauta da Conferência, que vai definir as principais linhas de trabalho que surgem no campo ecumênico da região depois da Assembléia do Conselho Latino-Americano de Igrejas (CLAI), reunido em fevereiro passado, em Buenos Aires.

A liderança das igrejas receberá os resultados da consulta que analisou as marcas da ação diacônica das igrejas luteranas da região e as necessidades de capacitação teológica e metodológica. A Conferência receberá os relatórios do programa regional sobre Dívida Externa Ilegítima e do trabalho voltado ao combate do HIV/Aids.

Os bispos e pastores presidentes vão conhecer, na capital, campos de trabalho das duas igrejas anfitriãs, a Igreja Evangélica Luterana no Chile (IELCH) e a Igreja Luterana do Chile (ILCH), representada pelo bispo Rolando Holtz.

Fonte: ALC