De acordo com o último Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de evangélicos no Brasil quase dobrou em apenas 10 anos. Nesse período, os evangélicos passaram de 13 milhões para 26 milhões de seguidores.

É notável o crescimento do número de evangélicos na população brasileira, com destaque para os estados de Rondônia, com 27,7%, Espírito Santo, com 27,5%, e Roraima, com 22,49% praticantes.

Para o pastor Rosival Soares de Freitas, da Igreja Assembléia de Deus, esse fenômeno se deve à necessidade que as pessoas têm de buscar Deus. “Tanta modernidade leva as pessoas a buscarem refúgio na igreja, procurando sanar aquelas necessidades especiais”, explicou.

Segundo ele, o crescimento da Igreja Evangélica se deve a um esforço conjunto de seus praticantes que se empenham em levar ensinamentos a possíveis novos adeptos. “A igreja que prega a palavra de Deus genuína prospera, por isso saímos das paredes e encontramos as pessoas na rua, no trem, no viaduto, na esquina”, comentou.

Rosival destacou que a Assembléia de Deus recebe sempre os simpatizantes que procuram a igreja principalmente às quartas-feiras, durante o “Culto de Milagres”. Ele disse que são inúmeras pessoas de diversas classes sociais que vão até a igreja para conhecer e acabam voltando em outras oportunidades.

Conforme ele, o aumento no número de fiéis não acomoda os dirigentes da igreja, que possui 312 congregações em todo o Estado. “Em Boa Vista, temos algo em torno de três mil jovens e adolescentes, e estamos desenvolvendo um trabalho de seleção de 300 deles para que dinamizem o evangelho na cidade”, disse ao complementar que esse projeto prevê a abordagem de pessoas nas residências. Esse grupo será capacitado ainda para dar instruções e dicas de saúde para as pessoas visitadas.

A Assembléia de Deus possui cerca de 10 mil participantes ativos, coordenados por cinco pastores, com a ajuda de pastores auxiliares. O templo central, situado no Centro de Boa Vista, comporta três mil pessoas.

Batista

Segundo o pastor João José da Silva, da Igreja Batista Regular de Boa Vista, não é correto medir o número de evangélicos em comparação a outras religiões. “O avanço do evangelho quer dizer que a igreja está cumprindo seu papel de verdadeiramente apresentar as soluções para as necessidades das pessoas”, disse.

Explicou que a Igreja Batista trabalha tendo como foco a família e, para fomentar cada vez mais a participação de novas pessoas, são realizados com freqüência cursos como de casais, noivos, crianças e jovens. “Enquanto houver gente nessa cidade e nesse país, o evangelho precisa crescer”, afirmou.

A Igreja Batista Regular de Boa Vista possui 420 membros fixos, mas também existe um grande público freqüenta os cultos, mas não assumiu um compromisso efetivo.

Fonte: Jornal Folha de Boa Vista