Matthias Roberts, Joshua Harris e Trey Pearson
Matthias Roberts, Joshua Harris e Trey Pearson

Uma semana após Joshua Harris, ex-pastor e autor de “Kissed Dating Goodbye” (traduzido para o português com o título “Eu Disse Adeus Ao Namoro”), anunciar que estava abandonando o cristianismo, ele postou fotos no Instagram de sua participação na Parada LGBT de Vancouver, no Canadá.

“Um americano no Canadá marchando com o consulado britânico”, escreveu Harris com uma foto.

Ele postou uma foto junto com o roqueiro cristão Trey Pearson do Everyday Sunday, que deixou sua esposa e filhos em 2016 depois de se tornar homossexual , e como Matthias Roberts, um conselheiro de saúde mental e homossexual que – de acordo com seu site – procura “combater a má teologia”, pois acredita que “as pessoas na Igreja estão gravemente erradas” ao afirmar que os homossexuais não são cristãos.

No final de julho, o pastor e escritor publicou no seu Instagram um texto onde informava a separação da sua esposa e o abandono da fé cristã.

“Eu passei por uma grande mudança em relação à minha fé em Jesus”, escreveu ele. “A frase popular para isso é ‘desconstrução’, a frase bíblica é ‘queda’. Por todas as medidas que tenho para definir um cristão, não sou cristão”, disse Harris.

Harris também usou o post para emitir um pedido de desculpas e anunciar seu apoio à comunidade LGBTQ. Ele creditou suas antigas perspectivas à sua “auto-justiça” e “abordagem baseada no medo da vida”

“Para a comunidade LGBTQ+, quero dizer que eu peço desculpas pelo que eu ensinei em meus livros e como pastor em relação à sexualidade. Lamento sobre minha posição sobre a igualdade de casamento, por não aceitá-los na igreja e por quaisquer formas que minha escrita e fala tenham contribuído para uma cultura de exclusão e de intolerância. Eu espero que vocês possam me perdoar.⁣⁣”

Manter a fé

As decisões de Harris sobre seu casamento e perda de fé chocaram a comunidade cristã, mas os líderes evangélicos estão exortando os crentes a manterem sua fé.

O Dr. Corne Bekker, reitor da Escola de Divindade da Regent University, diz que há muitas lições para aprendermos com a história de Harris. 

“O que é muito triste para mim é que Joshua não apenas desistiu da fé, ele desistiu de todos os princípios que tem mantido por tanto tempo”, explicou Bekker. “A Escritura diz que quando vemos alguém caído e transgredido assim, devemos corrigi-lo. Mas faça isso com um espírito de gentileza. E então, observe a nós mesmos também.”

Os membros da igreja que Harris pastoreou por 11 anos estão compreensivelmente chocados e desanimados com a mudança dos acontecimentos. 

Como sua antiga congregação deveria reagir enquanto estão lutando para lidar com o anúncio de Harris?

“Eu diria a eles que se apeguem à fé”, disse Bekker à CBN News.

“A coisa gloriosa sobre a fé cristã é que ela não está localizada em uma pessoa humana. Ela está localizada na fidelidade de Deus e de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. Então, eu diria a eles: ‘Agarre-se às escrituras. Agarre-se a Cristo, seu alicerce é firme.

A antiga igreja de Harris, Covenant Life, divulgou uma declaração à congregação que incluía uma forte mensagem de fé.

Folha Gospel com informações de CBN News e Christian News