O vereador Pedro Andrade (sem partido) em pronunciamento na Câmara Municipal de Aracaju, na manhã desta quarta feira (19), voltou a fazer duras acusações contra o seu colega, o vereador Jony Marcos (PRB).

Andrade e Jony já vem se estranhando há alguns dias, depois das afirmações de Pedrinho Andrade, ao dizer que as vagas de cargos temporárias abertas no Detran seriam dadas aos seguidores da Igreja Universal do Reino de Deus. Segundo Pedro, não só pastor Jony, mas tambem o pastor Mardoqueu e pastor Heleno estariam indicando pessoas para preencherem os cargos.

Após o pronunciamento de Pedro Andrade, pastor Jony exigiu desculpas por parte do colega para a igreja e seus seguidores, pedido não atendido por Andrade, que durante seu pronunciamento fez acusações contra Jony e seu grupo político afirmando que eles realmente iriam indicar quem seria nomeado para as vagas do Detran, órgão comandado por seu partido.

Andrade resolveu partir para o ataque direto contra o vereador ao dizer que o próprio vereador Pastor Jony confessou para ele que tinha comprado votos na eleição passada. Sinto muito ter que contar um segredo, vereador Jony, mas Vossa Excelência me confessou que comprou voto para se eleger na eleição passada, afirmou Pedrinho Andrade em discurso exaltado. Após o pronunciamento do vereador Pedro Andrade, o Ministério Público Eleitoral deverá se pronunciar e, se compravado as acusações, Pastor Jony pode perder o mandato.

As acusações de Andrade não pararam por aí, em seguida da afirmação de auto-confissão de compra de votos, o vereador disse que na época da votação da CPI dos shows, Jony tentou convencê-lo a votar contra o então prefeito Marcelo Déda. Vossa Excelência é um pastor, mas queria levar a ovelha para o mau caminho, tentando me convencer a votar contra Déda, dizendo que “nós iríamos vencê-lo”.

O clima esquentou na Câmara, quando Andrade ironizou pedindo que fosse feita uma oração para apaziguar o ambiente e disse estar com a bíblia, que contraria o comportamento de Jony, que ouvia atentamente, de pé, o pronunciamento inflamado de Andrade.

Visivelmente irritado com as afirmações de Andrade, o vereador Jony Marcos disse que não irá tomar nenhuma atitude contra Pedrinho Andrade. Disse apenas ter pena dele, por estar com um comportamento comprobatório de completa falta de equilíbrio. Jony disse que não entrará na justiça contra Andrade, nem com processo por quebra de decoro, pois não quer criar um imbróglio faltando apenas um mês para Andrade deixar a Câmara Municipal.

Para Jony, as acusações de Andrade são descabidas e estão sendo proferidas por uma pessoa que não está equilibrado. Jony comentou que ele, Andrade, foi o vereador que mais bateu na administração municipal e no governador Déda e que agora quer desviar o foco das atenções para ele. Sobre o comportamento do vereador Pedro Andrade, Jony disse que apenas tem pena dele, que se sentiu ofendido, mas sabe perdoar, o que já o fez em relação às atitudes de Pedrinho.

Fonte: Plenário