Padre
Padre

A procuradora-geral de Nova York, Barbara Underwood, anunciou nesta quinta-feira que abriu uma investigação civil para determinar se as oito dioceses católicas do estado de Nova York encobriram denúncias de abuso sexual contra menores de idade cometidos por integrantes da Igreja Católica.

O órgão também abriu uma linha direta para incentivar que vítimas e outras pessoas com informações sobre casos de abusos por parte da Igreja Católica para apresentar queixas e ajudarem na investigação.

A iniciativa é do Escritório de Assuntos de Caridade da Promotoria-Geral de Nova York. A investigação civil quer descobrir como as dioceses e outras entidades da igreja, que são instituições sem fins lucrativos, “receberam e possivelmente ocultaram denúncias seguidas de abusos sexuais a menores”.

“A Divisão de Assuntos Criminais da Promotoria-Geral também busca uma parceria com os promotres do distrito, os únicos que podem convocar um grande júri, para investigar e, se necessário, processar qualquer pessoa que tenha cometido um crime”, indicou a promotoria.

O escritório de Underwood lembra que o relatório do grande júri da Pensilvânia já jogou luz sobre os atos “incrivelmente pertubadores e depravados do clero católico, auxiliados por uma cultura de sigilo e de encobrimento nas dioceses.

“As vítimas de Nova York também merecem ser ouvidas. Faremos tudo que esteja ao nosso alcance para garantir a justiça que eles merecem”, disse a procuradora-geral de Nova York.

Fonte: EFE via UOL