Um sacerdote católico de origem indonésia foi assassinado por vários desconhecidos depois de celebrar uma missa na província filipina de Kalinga, 350 quilômetros ao norte da capital, informou hoje a emissora local “DZBB”.

O fato ocorreu na tarde de domingo em um bairro do povoado de Lubuaganen, quando pelo menos quatro pessoas dispararam contra Francisco Ismatro, informou o superintendente Raúl Gonzales, chefe da Polícia da Região Administrativa de Cordilheira.

Os agressores, que estavam embriagados, tiveram uma rápida discussão com Ismatro antes do início do tiroteio, indicou a mesma fonte, que acrescentou que seus homens estão investigando o incidente.

Até o momento não se sabe se a morte tem relação com a onda de violência política nas Filipinas, que piorou nas últimas semanas em função das eleições legislativas previstas para o dia 14 de maio.

Fonte: EFE