A Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha fez um pedido de emergência de US$ 9,79 milhões para que a Cruz Vermelha da Indonésia possa lidar com as necessidades dos sobreviventes.

A Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho fez neste sábado um pedido de emergência de US$ 9,79 milhões para que a Cruz Vermelha da Indonésia possa lidar com as necessidades dos sobreviventes do terremoto que atingiu a ilha de Java.

A Cruz Vermelha Internacional previu que o terremoto registrado neste sábado deixará pelo menos 200 mil desabrigados.

“É simplesmente uma estimativa. Muitas pessoas têm medo de voltar às suas casas por medo de outro tremor”, declarou Lilis, uma médica da Cruz Vermelha indonésia.

A eles se acrescentam os mais de 3 mil mortos registrados no terremoto, segundo o último levantamento do Ministério de Assuntos Sociais da Indonésia.

Mortes passam de 4,2 mil

Pelo menos 4.285 pessoas morreram no violento terremoto que devastou sábado a ilha indonésia de Java, segundo o último balanço divulgado pelo ministério de Assuntos Sociais.

O tremor de sábado, de 6,3 graus na escala Richter, é o terceiro grande desastre sofrido pelo país do sudeste asiático nos últimos 18 meses, depois da tsunami de 26 de dezembro de 2004, na qual morreram 168.000 indonésios, e de outro terremoto, em março de 2005, que provocou a morte de 600 pessoas.

O governo da Indonésia anunciou neste domingo um pedido de ajuda à comunidade internacional depois do violento terremoto.

A chancelaria indonésia afirma em um comunicado que encarregou os embaixadores do país no exterior a fazer todo o possível para “mobilizar” a ajuda internacional.

“O ministério das Relações Exteriores pediu aos representantes que a Indonésia tem no exterior que mobilizem a assistência humanitária para ajudar as vítimas do terremoto”, destaca o texto.

Fonte: TERRA