Pastores foram recebidos pelo presidente Jair Bolsonaro, em Brasília. (Foto: Reprodução / Instagram)
Pastores foram recebidos pelo presidente Jair Bolsonaro, em Brasília. (Foto: Reprodução / Instagram)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu, na tarde desta segunda-feira (15) em Brasília, algumas lideranças evangélicas brasileiras. Ao lado do presidente, os pastores anunciaram um Jejum pelo Brasil a ser realizado em 29 de março.

“Como Josafá fez, chamando todo Israel para jejuar, nós queremos chamar todo o povo de Deus, todas as pessoas cristãs, que queiram fazer um jejum em favor da nação brasileira para que haja paz, para que haja prosperidade na nossa nação”, declararam o Pr. Silas Malafaia (Assembleia de Deus Vitória em Cristo, no Rio de Janeiro) e o Ap. César Augusto (Igreja Apostólica Fonte da Vida, em Goiânia).

Malafaia, que postou o vídeo do encontro em seu perfil do Instagram, disse que “é uma convocação geral para jejuarmos em prol da nossa nação”.

Também participaram do encontro os pastores Samuel Câmara (Assembleia de Deus em Belém, no Pará) e Abner Ferreira (Assembleia de Deus Madureira, no Rio de Janeiro), e pelos apóstolos Renê Terra Nova (Ministério Internacional da Restauração, em Manaus) e Estevam Hernandes (Igreja Renascer em Cristo, em São Paulo), Bolsonaro agradeceu “a todos que nesse jejum o estão fazendo pelo futuro do nosso Brasil”.

Em 2020, no início da pandemia, o presidente Jair Bolsonaro pediu ao povo que fizesse um dia de jejum para interceder pelo Brasil contra o coronavírus.

O pedido se deu após atender um grupo de pastores no Palácio da Alvorada. “Tenho certeza que o Brasil sairá dessa muito mais forte”, disse Bolsonaro na época, agradecendo àqueles que têm fé.

Fonte: Guia-me